Clique aqui!
X
Clique aqui e Agende uma Avaliação Gratuita!
Telefone
Whatsapp

Blog

É necessário extrair os sisos?

Os terceiros molares, popularmente conhecidos como sisos, são os últimos dentes da arcada dentária. Uma curiosidade destes dentes é referente ao seu nascimento, que ocorre de forma tardia, por volta dos 18 anos de idade. 

Quando isto ocorre, há grandes chances de não haver mais espaço físico disponível para a alocação destes novos dentes, que totalizam 4, um em cada extremidade da boca. 

Com isso, quando há falta de espaço, os sisos acabam nascendo de forma desorganizada, ficando mal posicionados, tortos ou deitados, ou, até mesmo, não saindo da gengiva ou saindo parcialmente. Nesses casos, a remoção destes molares se faz necessária. 

A dor é o primeiro sintoma da combinação entre o nascimento do siso e a falta de espaço. Este sintoma pode ser passageiro, podendo passar temporariamente, o que leva o paciente a adiar a ida ao dentista. Esta é uma prática não recomendada uma vez que manter os sisos, nestes casos, pode ser prejudicial para a saúde bucal já que gera diversos problemas, como por exemplo:

Apinhamento dos outros dentes

A falta de espaço faz com que os sisos tentem forçar a abertura de espaços para que, assim, possam nascer. Por isso, o nascimento destes molares acabar movendo os demais dentes, podendo estes girar e, consequentemente, ficarem tortos.

Risco maior de gengivite e cáries

Por estarem no final da arcada dentária, os sisos possuem uma higienização um pouco mais complicada pois é mais difícil chegar com a escova até lá. Dessa forma, estes dentes tendem a ficar sujos, o que pode resultar em inflamações na gengiva e também cáries.

Inflamação na região

Outra consequência do ponto citado acima seria a proliferação de bactérias na região que podem resultar em uma inflamação conhecida como pericoronarite. Esta inflamação, por sua vez, pode vir a causar dor intensa, edema e, até mesmo, limitar a abertura bucal. 

Calcificação à longo prazo

Um outro problema que os sisos podem causar é quanto a sua calcificação, que ocorre a longo prazo. A calcificação nada mais é do que a fusão entre a raiz e o dente do osso, o que torna ambas as estruturas ainda mais unidas. Durante a remoção do siso, essa união é quebrada, mas, quando estas estão calcificadas, a remoção se torna mais complicada e demorada. 

Conclusão

Se os seus sisos nasceram e estão incomodando, a ida em um dentista de confiança se faz necessária para evitar dor e, principalmente, problemas futuros. O procedimento de extração de siso é rápido, dependendo da situação em que o dente se encontra, onde uma anestesia local é aplicada. 

Read more...

Diferentes tipos de implantes dentários e suas finalidades

Diferentes tipos de implantes dentários e suas finalidades

A perda de dentes é um problema comum e atinge grande parte das pessoas, indiferente de idade ou sexo. Na maioria das vezes, a causa está associada a doenças bucais, como periodontite, gengivite ou cárie, traumas dentais de impacto (acidentes, quedas, etc) ou mesmo por negligência profissional.

Os pacientes afetados pela perda dentária, além de sofrerem com o fator estético e a baixa autoestima, podem apresentar limitações na mastigação, na fala, na digestão, no desalinhamento dos demais dentes, entre outros fatores que podem influenciar negativamente na qualidade de vida.

Com o avanço da tecnologia e dos processos odontológicos, os métodos para reestruturação dentária estão se tornando cada vez mais comuns e acessíveis, entre eles os implantes dentários, uma solução permanente, segura e recomendada por grande parte dos profissionais. Veja abaixo os principais tipos de implantes dentários e quais são usados em cada situação.

Implante Unitário Simples

É o método indicado para pacientes que perderam um ou poucos dentes não sequenciais. Nesse modelo, o especialista em implantes substitui a raiz do dente colocando um pino de titânio e um dente artificial de porcelana, ambos os materiais totalmente adaptáveis a boca, não causando nenhum tipo de rejeição ou infecção.

Implante 2×3 (para substituição de 3 dentes sequenciais)

O implante 2×3 é recomendado para pacientes que perderam 3 dentes consecutivos. Nesse método, são implantados dois pinos de titânio em dentes alternados, com três próteses, sendo a do meio sem implante – servindo como uma espécie de ponte. Em comparação com a prótese unitária, seu custo é menor, porém é aplicável somente no caso de 3 dentes faltantes e de maneira sequencial.

Implante com Prótese Protocolo

É indicado para pacientes com uma grande parte dos dentes comprometida. Nesse modelo, são instalados de 4 a 8 pinos de titânio para encaixar uma prótese total fixa. A prótese possui características de gengiva e dentes muito próximos aos reais, tornando a aparência com um aspecto natural. O resultado final costuma ser muito satisfatório, pois devolve em praticamente 100% a função estética e mastigatória dos dentes.

Implante com Prótese Overdenture

É indicado para pacientes com dificuldades de adaptação a próteses convencionais ou que desejam maior estabilidade da prótese e eficiência mastigatória. A principal vantagem desse modelo é o preço, pois para fixar a prótese de resina, o dentista usará em média de 2 a 6 implantes. Funciona como uma dentadura fixa por meio de uma barra que liga os pinos à prótese. Em comparação com as dentaduras, oferecem maior segurança durante a mastigação e também permitem ser retiradas para higienização.

Qual modelo é o ideal para mim?

Apesar de já entender um pouco sobre as principais modalidades de implantes, somente um especialista poderá orientar você a escolher o modelo correto. Entretanto, a única coisa que valerá para todos os casos é a manutenção com produtos odontológicos de alta qualidade  e as visitas periódicas para garantir a longevidade da prótese e manter uma boa saúde bucal. Por isso, busque um profissional de confiança e principalmente que seja habilitado em implantodontia.

Consulte o Dr. Paulo Scholze que é referência em implantes dentários em Curitiba e já realizou mais de 8000 implantes com total sucesso em 30 anos de trabalho.

Read more...
O que faz um periodontista

O que faz um periodontista?

Um periodontista é um profissional que lida com doenças da gengiva, trabalhando para dar aos pacientes bocas mais saudáveis. Sempre que você sentir que suas gengivas estão sensíveis ou perceber sangramento, você precisa de um periodontista. Caso contrário, você corre o risco de ter uma doença na gengiva ou sentir um grande desconforto a cada mordida.

Os princípios da periodontologia

A periodontologia não é uma palavra que você ouve com muita frequência. Em termos mais simples, você quer gengivas saudáveis e bonitas é o periodontista que irá ajudar a cuidar delas e evitar situações desagradáveis.

Quando não tratada, os danos nas gengivas podem causar a perda de um dente ou, em situações extremas, sofrer uma doença na gengiva ou no maxilar que pode exigir a remoção de uma parte do seu maxilar.

Claro, as gengivas não são o único foco para os periodontistas. Esses profissionais também trabalham em outras partes da boca, aquelas em que você não pensa com frequência – mas usam regularmente. Por exemplo, a parte do maxilar que sustenta seus dentes. Qualquer problema com essa parte da mandíbula pode levar à perda de dentes, isso é porque é a parte do osso que hospeda os encaixes dos dentes. Esses profissionais geralmente trabalham para corrigir problemas de tecidos moles na boca antes que se tornem um problema maior.

 O trabalho de um periodontista é proteger todas as estruturas de suporte dos seus dentes e deve antecipar futuros problemas de gengiva, tratando os problemas atuais e reparar os anteriores. Quando um periodontista percebe um problema com qualquer um desses elementos, a necessidade de ação é imediata. A prevenção é uma parte fundamental deste trabalho, mas a cirurgia também é necessária em muitos casos.

Como funciona uma consulta com um periodontista?

O dentista revisará seus prontuários médicos, você deve alertar se tiver alguma alergia a medicamentos. Você também deve informar o periodontista se tiver problemas cardíacos, diabetes ou qualquer outra condição, como gravidez, que possa afetar as opções de tratamento.

Você pode precisar obter raios-x durante a sua consulta. O periodontista quer ter as informações médicas mais atuais antes de tomar qualquer decisão. O dentista irá verificar os registros e raios-x e, em seguida, fazer uma verificação de rotina de sua boca, mandíbula e gengivas.

Precisando de um Periodontista?

Um periodontista é um profissional muito importante na área da odontologia. Se você sente algum tipo de sensibilidade ou dor na gengiva não hesite em agendar uma consulta, quanto mais cedo você visitar um profissional mais fácil será o tratamento.

O Dr. Paulo Scholze é um periodontista em Curitiba que trabalha com a especialidade há mais de 10 anos e possuí inúmeros casos de tratamentos bem sucedidos e pacientes satisfeitos. Clique aqui e agende uma avaliação agora mesmo e venha conhecer a clinica e as opções de tratamento.

Read more...

Por que o Implante Dentário é a Melhor Opção?

A falta de algum dente na boa não é algo que você precisa conviver para sempre, pois há muitas soluções possíveis, como uma prótese, dentaduras ou implantes dentários. Os implantes dentários tornaram-se cada vez mais populares nos últimos anos, principalmente entre as pessoas mais idosas graças às suas muitas vantagens. Saiba mais sobre por que os implantes dentários são ideais para você e o quais os benefícios que ele pode trazer para o seu sorriso:

  • Dentes Verdadeiros: Se você quer que seu sorriso pareça tão realista nas fotografias de família que ninguém jamais suspeitaria que não são tecnicamente de verdade, o implante dentário é a melhor solução. Ter um dente faltando em uma posição proeminente em sua boca pode fazer você se sentir mal, então naturalmente você não vai querer uma solução onde o dente de substituição pareça fora do lugar. Com um implante dentário, a aparência de um dente de verdade e esse é uma das coisas mais atraentes sobre esse tratamento.
  • Conforto Garantido:  Se você já estiver usando próteses totais, mas achar que elas são um pouco desconfortáveis, os implantes dentários podem ser a resposta que você está procurando. Podemos colocar implantes dentários em próteses totais, e os pacientes que optaram por essa opção beneficiam-se de uma melhoria maciça no ajuste, conforto e melhor capacidade de mastigação.
  • Durabilidade: Correções temporárias podem custar menos, mas quando se trata de uma solução durável, os implantes dentários são ideais. Para alguns pacientes, mesmo após 20 anos da colocação, seus implantes ainda mantém uma boa aparência.
  • Mais Capacidade de Mastigação: Ter um dente perdido pode causar sensação de desconforto e pressão na mandíbula enquanto você cede com a mastigação, e não apenas isso, mas um dente perdido pode fazer com que você sinta que há certos alimentos que deve evitar. Com um implante dentário, esta questão não será mais um problema, pois  pode ajudar a restaurar a mastigação adequada e a força total da sua mordida.
  • Solução Para dentes adjacentes:  Um dos outros principais benefícios de um implante dentário é a falta de danos que causa aos dentes circundantes. Dependendo do tipo de tratamento dentário é possível causar danos aos dentes adjacentes, adicionando alguma pressão para eles. Os implantes dentários evitam isso, e até ajudam a sustentar o osso ao redor do local da extração – eles também podem reduzir ainda mais a perda óssea no local da extração.

Procurando um dentista de confiança para fazer implante dentário?

O Dr. Paulo Scholze é um profissional atuante em todas as áreas da odontologia com destaque em Implante Dentário em Curitiba, atuando no mercado há mais de 30 anos e vem ao longo dos anos se destacando em razão da qualidade dos seus serviços. Agende uma consulta agora mesmo.

Read more...